sexta-feira, 26 de julho de 2013

1º Salão de Artes Plásticas Carlos Zemek








SALÃO DE ARTE

Estremecem-se os cinco sentidos,
as telas brilham nas retinas
e um turbilhão de emoções
desperta constelações
de sonhos que fascinam.


Poema de Isabel Furini

GEOMETRIA


GEOMETRIA

a alma geometriza palavras
enquanto a emoção
como a flor de lótus
procura o Sol 
no centro círculo infinito
 
nesse círculo o amor reúne
uma quadratura poética
:
um poema místico
um poema dramático
um poema lírico
e um poema maldito.






Isabel Furini

LOUCURA POÉTICA

por Isabel Furini

O poeta espalhava entre seus versos
sabores de vinho e nostalgia.

Seus poemas impulsionam sonhos
e acordam fantasias.

Invadem sentimentos no quadrante das ilusões
e  arrastam correntezas de emoções.

Os poemas enfrentam os espelhos do labirinto
e, com versos de ambrosia,
desafiam
as palavras escritas com  o veneno do mundo globalizado.


quinta-feira, 25 de julho de 2013


     ECOS DE DALÍ


Las horas sombrean el tic-tac del mundo,
y los relojes como pájaros tiernos
aislados en el paisaje yermo
(casi espectral)
sensibles al sufrimiento humano
derriten el pasado
(piadosamente).

Poema de Isabel  Furini, escritora e poeta premiada.

sábado, 20 de julho de 2013

Depois da Euforia (Poema de Isabel Furini


O luxo proporciona satisfação ao ego
e provoca euforia,
mas o homem fica cego.
Sapatos e malas da Armani,
novos modelos da Lamborghini e da Ferrari,
perfume Clive Christian número um
– só é valorizado o luxoso e o incomum.

O ego e seus desejos transitórios
criaram um mundo ilusório.

Oposta ao consumismo, a Poesia,
brilha à noite e brilha à luz do dia.
Passa o tempo e a Poesia
–  de singular e bela arquitetura,
emociona e continua
preenchendo as almas de ternura.

Isabel Furini

Fotografia de Isabel Furini

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...