sexta-feira, 26 de julho de 2013

GEOMETRIA


O círculo das horas  tece o poema.

O poema viaja pelo mundo das emoções.

(Emoções criadas pela urdidura dos sonhos).

Sonhos revelam a subjetividade.

A subjetividade alimentam o círculo das horas.
                                      O círculo  das horas tece o poema.
Poema de Isabel Furini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...