quinta-feira, 27 de abril de 2017

Noite de insônia (Poema de Isabel Furini)

NOITE DE INSÔNIA

o poeta caminha
sobre sobre a escuridão da noite
e sobre o abismo das letras

no encalço de um poema
ele transforma sua noite em insônia
traça itinerários
(imaginários)
e quando sua insônia encontra
a caneta da inspiração
despencam sobre o caderno
o ódio e o amor.

Isabel Furini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...