sábado, 9 de janeiro de 2016

O Sol Zangado (poema infantil de Isabel Furini)

O SOL ZANGADO (Poema Infantil)


- Bom dia, senhor Sol.
Hoje você está zangado?
- Estou zangado, sim, senhor.

- E o que aconteceu?
Você teve insônia?

- Não, eu dormi
como uma múmia.

- Senhor Sol,
Você está gripado?

-Não, eu sou mais forte
que um tornado.

- Senhor Sol,
Fale sem cerimônia

- Eu estou muito zangado
porque faz muito calor
e hoje ninguém me deu
nem um suquinho de melão.

E as estrelas, muito belas,
são amadas pelos poetas
enquanto que eu trabalho
e sempre sou esquecido

como se fosse cascalho
ou um simples assoalho
sinto-me um ser sem valor
para os seres humanos.

- Não é isso, não senhor.
Você é o nosso Sol,
é um ser muito respeitado
e também é muito amado.

Porque no meu planeta
os homens, os animais
e até as plantas e as árvores
dependem da luz do Sol.

Isabel Furini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...