domingo, 11 de março de 2018

Poema: O Gato e o Rato na Mansão Assombrada


Esse gato só gostava
De perseguir o pequeno rato.

Mas um dia o rato entrou
Em uma casa assombrada.

O gato viu um fantasma branco
Mas pensou: Isso é um saltimbanco .

O fantasma fez buuuu...buuu...
E o ratinho assustado,

Correu e percebeu
Que na parede havia um buraco.

O ratinho se escondeu
E observou o pobre gato.

O gato começou a chorar
E o rato teve pena do gato.

O gato saiu correndo
E o fantasma o perseguia...

Então o ratinho valente
Encontrou uma corneta

E a soprou fortemente
Fantasmas tem sensíveis os ouvidos

Eles preferem o silêncio
E sentem medo de ruídos.

Um milagre aconteceu
Pois o fantasma se afastou

E o gato lhe deu um presente
A esse ratinho valente.

Isabel Furini



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...