sábado, 15 de abril de 2017

A capivara, a tartaruga e o presente de Páscoa - Poema de Isabel Furini




Estava doente a capivara
E não podia comer chocolate.
Por isso, nessa Páscoa
Ela ganhou um abacate
Um bolo de morango
E uma torta de tomates.

A tartaruga percebeu
Que a capivara chorava,
E chamou o avô Tartaruga.
O vovô era sapateiro,
Ele no nariz tinha uma verruga,
Mas era um idoso bondoso.

O vô Tartaruga disse com voz calma:
- Vou presentear a capivara
Com este sapato de couro:
Este sapato anima,
pois é a minha obra prima.

A capivara recebeu os sapatos
E secou as lágrimas.
Ela ficou muito agradecida:
- Obrigada, vovô Tartaruga.

A capivara melhorou.
Um mês depois da Páscoa
decidiu usar os sapatos
e um chapéu da mesma cor,
na festa do macaco Nicanor.

- Esses sapatos são muito elegantes.
Falou uma linda elefante.
E a capivara, feliz, respondeu:
- Obrigada, com este lindos sapatos
estou sentindo-me radiante.


Isabel Furini




2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...