terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Sombras (Poema de IsabelFurini)


SOMBRAS
Histórias gravadas
na gigantesca sombra de um relógio
histórias contadas pelo vento
retumbam nos ouvidos

o cheiro das flores
desperta um enigmático
trapézio de recordações
- recordações cravejadas
dom pedras de rubi

com a fragrância das flores
espalha-se a saudade.

Isabel Furini

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...