terça-feira, 20 de dezembro de 2011

NATAL! (Poema de Isabel Furini)




Formas imaginárias
dançam com o vento.
No silêncio do quarto
faço uma oração
para dissolver as mágoas
- depois durmo.

Meus sonhos invadem
obscuros arquétipos,
inventam metáforas,
sinais simbólicos,
signos alegóricos,
e desperto
com anjos nos olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...