sábado, 20 de agosto de 2011

Anjos (poema de Isabel Furini)

Réplica de quadro do Arcanjo Rafael da Escola Cusquenha -Perú

ANJOS
Formas imaginárias dançam com o vento.
No silêncio do quarto faço uma oração
para dissolver as mágoas
-depois durmo.

Meus sonhos invadem obscuros arquétipos.
Inventam metáforas, sinais simbólicos,
signo alegóricos
e desperto com anjos nos olhos.
Isabel Furini


Um comentário:

  1. O vento e suas mais belas inspirações!
    Lindo poema, parabéns pelo conteúdo do blog!

    Abraço

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...